Supere as dores e celebre a nova fase da vida!

  A menopausa é uma fase que pode desafiar a força e a determinação das mulheres. Além dos famosos fogachos, há uma longa lista de sintomas físicos e emocionais que podem surgir. Se ainda não tem ciência disso, saiba que as oscilações hormonais podem deixar as mulheres mais vulneráveis a dores crônicas, tais como artralgias, dores musculoesqueléticas e difusas.

É fato: a chegada da menopausa pode causar desconfortos físicos, intensificar dores generalizadas ou mesmo colaborar para o surgimento de determinadas doenças. Não permita que isso afete sua qualidade de vida! 

Articulações doloridas

Não deixe que a dor seja um obstáculo para aproveitar ao máximo a vida! Enquanto muitos associam as dores com o envelhecimento, elas podem ser uma consequência direta da menopausa, especialmente para as mulheres.

Durante essa fase, o declínio dos hormônios pode afetar articulações, músculos e cartilagens, tornando-os mais sensíveis à dor crônica. É por isso que um estudo da North American Menopause Society revelou que as mulheres com sintomas da menopausa têm quase duas vezes mais chances de sofrer de dor crônica.

Além disso, uma pesquisa da Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor revelou que 93% das mulheres em fase de climatério relataram dor musculoesquelética. Essa dor costuma ser intensa e aparecer entre 5 e 7 anos antes da chegada da menopausa. Os lugares mais afetados são a coluna vertebral (71%), joelhos (58%) e ombros (47%).

Não espere o calorão! Se você está sofrendo com dores crônicas no climatério, converse com seu ginecologista.

Conheça Cada Dor pelo Nome!

Os sintomas de dor durante a menopausa podem variar. Um problema comum é a artrite, que acontece quando as juntas ficam inflamadas provocando dor, rigidez, dificuldade para movimentar (principalmente ao acordar), vermelhidão, inchaço e até deformidades nas articulações.

Já a osteoartrite ou artrose ocorre quando há desgaste na cartilagem que protege os ossos. Essa condição pode afetar qualquer articulação do corpo humano, mas é mais comum nos joelhos, mãos, coluna vertebral e região coxofemoral. Os sintomas incluem inchaço, calor localizado, limitação dos movimentos, rangidos e rigidez na articulação (especialmente depois de ficar sentado por muito tempo). 

No período do climatério, é comum que as mulheres apresentem sintomas como fibromialgia, uma dor muscular generalizada e crônica. Além disso, problemas relacionados ao sono, cansaço excessivo, ansiedade, depressão e dificuldades de concentração e memória também podem ser relatados. A dor muscular pode ser intensa e afetar áreas como costas, pernas e braços. Isso pode ocorrer devido à queda nos níveis de estrogênio, o que pode levar à redução da força muscular e diminuição da aptidão física. 

Não sofra em silêncio, busque ajuda!

Lembre-se de que cuidar da saúde é essencial e você merece viver sem dores e desconfortos. Com a ajuda de um profissional qualificado, você pode encontrar soluções eficazes para diminuir o impacto dos sintomas da menopausa em sua rotina e recuperar a qualidade de vida que merece.

AGENDE JÁ SUA CONSULTA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Agendar uma Consulta.
Escanear o código
Olá
Podemos ajudá-lo?