Exercícios Hipopressivos no Fortalecimento do Assoalho Pélvico
Exercicios Hipopressivos

Efeito dos Exercícios Hipopressivos no Fortalecimento do Assoalho Pélvico

A ginástica hipopressiva – ou abdominal hipopressivo, como também é chamada – consiste em uma técnica postural e respiratória voltada à tonificação dos músculos abdominais, especialmente indicada para mulheres que enfrentam dores nas costas e possuem restrição para os exercícios abdominais tradicionais.

As vantagens do método hipopressivo incluem o fortalecimento do abdômen, a melhora da postura corporal e do funcionamento intestinal e o combate a uma série de disfunções ginecológicas – como o prolapso genital e a incontinência urinária e fecal -, por meio do fortalecimento da musculatura pélvica. Além disso, os exercícios podem auxiliar na recuperação física das mulheres no período pós-parto.

Continue acompanhando este artigo para saber mais sobre o efeito dos exercícios hipopressivos no fortalecimento do assoalho pélvico e como a prática é executada.

Saiba Mais sobre os Exercícios Hipopressivos

A ginástica hipopressiva consiste em uma série de exercícios rítmicos e posturais que têm o objetivo de auxiliar na diminuição da pressão intra-abdominal e intratorácica. Uma das principais vantagens oferecidas pelos exercícios é que eles poupam a coluna de realizar certos movimentos.

A ausência de movimentos com a coluna permite que até mesmo os indivíduos com disfunções na região executem a prática, inclusive nos casos de hérnia de disco. A técnica pode beneficiar significativamente o tratamento desses pacientes.

Os exercícios consistem em:

  • Inspirar naturalmente o ar e depois soltá-lo completamente, até que o seu abdômen comece a se contrair sozinho. Em seguida, você deve “encolher” a barriga, de forma a “sugar” os músculos abdominais para dentro, como se fosse encostar o umbigo nas costas;
  • Esta contração abdominal deve ser mantida durante 10-20 segundos inicialmente. Com o passar do tempo, você deve aumentar gradativamente este período de contração, permanecendo o maior tempo que você conseguir sem respirar;
  • Após a pausa, retorne à respiração normal.

Os exercícios podem ser realizados em diversas posições: com a mulher deitada, sentada, em pé e inclinada para frente, de joelhos e com as mãos no chão (posição de quatro apoios), entre outras disposições que podem ser adotadas. Você pode testar todas elas até descobrir qual é a mais adequada para a eficácia da contração.

A prática deve ser realizada durante 20 minutos a uma hora, entre 3-5 vezes por semana. Após a realização de aproximadamente 20 minutos semanais de ginástica hipopressiva, já será possível notar uma melhora nos sintomas de incontinência urinária e uma redução na cintura. Quem pratica tais exercícios de maneira regular pode observar seus benefícios dentro de quatro semanas.

Algumas recomendações importantes para quem deseja praticar os exercícios hipopressivos é nunca realizá-los após uma refeição e iniciar o programa de ginástica de forma leve, aumentando gradativamente o número de contrações e sempre respeitando os limites do seu corpo.

Benefícios dos Exercícios Hipopressivos

Os benefícios da ginástica hipopressiva incluem:

  • Redução da pressão intra-abdominal e intratorácica;
  • Normalização das tensões nos músculos respiratórios;
  • Tonificação do assoalho pélvico;
  • Fortalecimento dos músculos internos do períneo e do abdômen;
  • Melhora da postura;
  • Descompressão dos discos invertebrais da região lombar;
  • Alívio das dores lombares;
  • Maior prazer durante a relação sexual;
  • Melhora da circulação sanguínea local.

Efeito da Ginástica Hipopressiva no Fortalecimento do Assoalho Pélvico

Os músculos do assoalho pélvico são fortalecidos à medida que a mulher contrai a barriga durante os exercícios hipopressivos, retesando simultaneamente a pelve. Além de todos os benefícios citados, a prática ajuda a melhorar disfunções urinárias e ginecológicas a partir da tonificação desta musculatura – incluindo incontinência urinária e prolapso genital.

Quando devidamente instruída, a prática só tende a oferecer benefícios para as mulheres, desde a fase de reabilitação pós-parto até a melhora da vida sexual. E você, está preparada para aderir à nova técnica? Informe-se com o seu ginecologista de confiança e dê início à prática dos exercícios hipopressivos.

R. Joaquim Floriano, 871 - Sala51/52 Itaim Bibi, São Paulo

Telefone:

11 3887 8701

Agendar Consulta