Dança e Realidade Virtual: Tratamentos para Incontinência Urinária

Dança e Realidade Virtual

Dança e Realidade Virtual

Realidade virtual e dança para diversão normalmente não são as primeiras coisas que vêm à mente quando pensamos em tratar a incontinência urinária em mulheres idosas.
No entanto, esses conceitos foram os alicerces de um estudo promissor.

Dança e Realidade Virtual: Tratamentos para Incontinência Urinária

Estudo da Dança e Realidade Virtual

Para o estudo da Dança e Realidade Virtual, os pesquisadores adicionaram uma série de exercícios de dança através de um console de videogame a um programa de fisioterapia para os músculos do assoalho pélvico.

Resumo

Motivados, os pacientes são mais propensos a aderir ao tratamento, resultando em melhores resultados. A realidade Virtual na reabilitação (VRR) é uma abordagem de tratamento que inclui jogos de vídeo para aumentar a motivação e treinamento funcional.

Quais foram os Resultados?

Dança e Realidade Virtual: Tratamentos para Incontinência Urinária

Uma maior diminuição no vazamento diário de urina do que com o programa usual (melhora na eficácia), bem como o não abandono do programa de exercícios e uma maior taxa de participação semanal (aumento da conformidade).

Segundo os pesquisadores, o divertimento (Dança e Realidade Virtual) é a receita para o sucesso. O cumprimento do programa de exercícios é um fator-chave: quanto mais a paciente pratica, mais ela irá fortalecer os músculos do assoalho pélvico.

Dança e Realidade Virtual: Tratamentos para Incontinência Urinária

O desafio é motivar as mulheres a permanecerem praticando os exercícios. Neste sentido, a dança foi um componente importante para as mulheres que participaram do estudo. Elas passaram a achar os exercícios mais divertidos e não queriam perder o aspecto de socialização, que não deve ser ignorado: elas riram e dançaram muito.

Vinte e quatro mulheres (acima de 65 anos) participaram. Os participantes cumpriram com o estudo, em termos de frequência semanal de sessões de tratamento (91%), a adesão de exercícios em casa (92%) e a conclusão das três avaliações (96%).

Pós-intervenção, a frequência e a quantidade de urina perdida diminuiu e os sintomas e Qv foram significativamente melhorados.

A maioria dos participantes ficaram muito satisfeitos com o tratamento (91%).

Importância de dançar

“A dança serviu também como uma maneira concreta para que as mulheres realizassem exercícios com os músculos do assoalho pélvico que são tradicionalmente estáticos. A dança dá confiança às mulheres, já que elas têm de mover as pernas rapidamente para acompanhar a coreografia no videogame, enquanto controlam a urina. Elas agora sabem que podem contrair os seus músculos do assoalho pélvico quando realizam qualquer atividade diária para evitar o vazamento de urina. Estes exercícios são, portanto, mais funcionais.

Afirma o Ginecologista Carlos Del Roy, CRM-SP 62.224.

Foco no Tratamento da Incontinência Urinária Feminina

Apesar de muitas pesquisas já empregarem diferentes aspectos da realidade virtual, esta é a primeira vez que ela foi usada para tratar a incontinência urinária.

Este estudo bem sucedido abre as portas para  ensaios clínicos randomizados.

Dança e Realidade Virtual: Tratamentos para Incontinência Urinária

Objetivo

Os objetivos do estudo foram (1) avaliar a viabilidade de se utilizar uma combinação de músculos do assoalho pélvico (GFP) exercícios e VRR (GFP/VRR) para tratar a incontinência urinária mista (MUI) do que em mulheres mais velhas, (2) avaliar a eficácia da GFP/VRR programa em MUI sintomas, qualidade de vida (Qv), e (3) obtenção de informações quantitativas sobre a satisfação do paciente com esta nova combinado programa de treinamento.

Métodos

As mulheres de 65 anos ou mais de idade com pelo menos 2 episódios semanais de MUI foram recrutados.
Os participantes foram avaliados duas vezes antes e uma hora após 12 semanas de GFP/VRR programa de treinamento. Viabilidade foi definido como dos participantes, a taxa de participação e conclusão de ambos os GFP/VRR programa de treinamento e os exercícios em casa.

A eficácia foi avaliada através de um acompanhamento diário, sintomas e o questionário de Qv, e satisfação do participante, através de um questionário.

Um combinado de GFP/VRR do programa é aceitável, eficiente e satisfatória para o tratamento funcional de mulheres idosas com MUI.

Sofre com Problemas de Incontinência Urinária? Agende uma consulta

Dr. Carlos del Roy on FacebookDr. Carlos del Roy on Linkedin
Dr. Carlos del Roy
O Dr. Carlos Del Roy atende em São Paulo, no bairro do Itaim Bibi. Tem como foco principal o atendimento mastológico e uroginecológico, além do acompanhamento ginecológico e obstétrico regulares. Com uma administração dinâmica e profissional, o consultório garante eficiência, confidencialidade e agilidade no atendimento, proporcionando conforto e privacidade às pacientes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *